MBA fora da sala de aula – Parte I

Não tenho dúvida de que a decisão de fazer MBA e a escolha da escola acaba passando pelo critério de excelência acadêmica. No entanto, como a experiência do MBA transcende a parte acadêmica, resolvi dividir um pouco com vocês sobre algumas coisas que acontecem fora da sala de aula.

Uma das primeiras coisas que me chamou a atenção é a diversidade das pessoas que você conhece por aqui. Semana passada, eu fui almoçar com alguns amigos e só depois de um tempo que me dei conta da diversidade da mesa. Na minha frente estava John, um americano que estava no exército antes de vir para Wharton. Ele contava como foi sua experiência comandando 200 soldados no Afeganistão, o quanto amadureceu com isso e quão difícil foi estar tão longe de casa quando seu filho nasceu. Já Sophia, natural do Afeganistão contou como foi sua infância no país, antes de se mudar para os EUA, e sobre seu sonho de um dia construir uma rede de orfanatos lá. Do outro lado da mesa, Adel, o egípcio que nunca tinha morado fora do país, agora sonha com Wall Street, o que não deve ser muito difícil para um cara com CFA, e que tirou a maior nota do curso de Finanças. Julio, o chileno, é um empreendedor e de uma forma muito engraçada falou sobre todas as suas tentativas de abrir seu negócio. Por fim, tinha o Harisson, um americano que aprendeu mandarim e foi montar uma rede de escolas na China e a Chutithorn Choochuenchaimongkol da Tailândia (que por motivos óbvios, aqui a gente a chama de Jan) dividiu com a gente as principais diferenças culturais que ela estava tendo que enfrentar.

Essa mesa é uma pequena amostra, mas bastante representativa. Além do aspecto cultural, essa diversidade também é interessante sob o ponto de vista profissional. O meu “learning team” (a escola divide os alunos em grupos de estudos), por exemplo, é composto por profissionais de consultoria, empresas de bens de consumo, auditoria, real estate, private equity e hedge fund.

E esse é só um capítulo do universo de oportunidades que você pode explorar, além da parte acadêmica. Se você investir um pouco do seu tempo para conhecer as pessoas, dá para dar a volta ao mundo sem sair do lugar! Na parte II, contarei um pouco sobre as atividades extracurriculares.

 Aguardem!

Até lá,

Grande abraço.

Frances

Anúncios

Uma resposta para “MBA fora da sala de aula – Parte I

  1. O mais impressionante é que eu sou da Turma da Frances e só conheço uma das pessoas que ela mencionou!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s