Experiências no World Business Dialogue: Um Novo Olhar

Na segunda quinzena de março participei do World Business Dialogue, um evento universitário internacional que anualmente acontece na Universidade de Colônia, na Alemanha. O evento é dividido em painéis de discussão entre renomados CEOs da Alemanha e do mundo, workshops abordando temas de empreendedorismo até mercado financeiro, palestras com discussão e mesas redondas. São mais de trezentos estudantes participantes de todo o mundo, somando mais de sessenta países. O mais incrível de tudo – um evento DE estudantes PARA estudantes – toda realização do WBD fica por conta da OFW, organização estudantil, nascida na própria universidade sede. Os alunos participantes foram selecionados de um universo de aproximadamente 6000 inscrições. Foram aprovados seis bolsistas da Fundação Estudar, dentre dezoito brasileiros presentes.

A temática do encontro foi ‘’Managing Complexity – The art of colective consequence’’, focando a interdependência de todos os países e mercados globais. Dentre os temas abordados, destaque para os painéis ‘’European Union, Between Integration and Confrontation’’ – sobre a interdependência dos países da EU; ‘’Go World Go Africa’’ – abordagem para as novas oportunidades no continente Africano e ‘’Managing Communications on a Complex Environment’’ – em que o presidente de uma empresa de telecomunicações alemã deu uma grande aula sobre o tema. O mais interessante ao assistir os painéis foi captar uma visão do mundo de uma perspectiva européia. Destacando o papel dos países emergentes e como a União Européia ‘’bota fé’’ nos BRICs – O Brasil e a China tiveram participação em diversas discussões. Além disso, cabe salientar que os PIIGS, por sua vez, eram motivo de preocupação e chacota porque a situação, especialmente em Portugal e na Grécia, vem refletindo de maneira bem negativa na ‘’união’’ da UE.

Durante o WBD, percebi o desempenho de alunos provenientes de países em desenvolvimento. O elevado nível de discussão, comprometimento com a educação e background pessoal mostraram o grande potencial desses jovens. Interagi com um grupo durante um workshop sobre ‘’social business’’. Juntaram-se à mesa brasileiros, indianos e latino americanos em sua maioria – enquanto os europeus sentavam-se para discutir sobre construção civil. Percebi e coletei informações de que os alunos residentes em países em desenvolvimento tem um comprometimento acima da média com relação à educação. Isso mostra que esse será o ponto mais importante para o desenvolvimento de longo prazo não somente do Brasil, mas de outras nações em ascensão.

Acredito que um fator que diferenciou os alunos brasileiros presentes foi a excelência acadêmica, valores éticos e morais, o que mostra que o futuro do país é promissor. Apesar de nosso grupo ser restrito, estavam presentes pessoas de todas as partes do país. De norte a sul há jovens que querem fazer a diferença e construir um Brasil melhor. Deve-se incentivar os jovens comprometidos para criar multiplicadores de ideais como o apoio à educação e fortalecimento de valores internos, como a busca constante pelo conhecimento e envolvimento com a sociedade.

Para aqueles que querem conferir o WBD com mais detalhes e participar na próxima edição, aqui vai o site oficial: http://www.world-business-dialogue.com/

Victor Paolillo

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s